Técnicas

Reprodução Humana



Com o avanço da tecnologia, principalmente na área de medicina, alguns problemas que eram decorrentes na vida de um casal puderam ser superados de forma segura e extremamente eficaz. É o caso dos casais que não conseguiam obter sucesso na gravidez, pois um ou ambos os parceiros apresentavam infertilidade, esterilidade ou doenças hereditárias dominantes, o que, consequentemente, acabava por impedir que o processo ocorresse de forma natural ou dificultava-o de maneira considerável.

Com o progresso da ciência, esses e outros problemas para ter um filho foram deixados no passado, principalmente com a evolução da reprodução assistida.

Seleção do espermatozoides


IMSI
A alta magnificação ou Super-ICSI é constituída de um sistema óptico e digital que permite um aumento de 4.000 a 12.000 vezes, muito maior que as 400x utilizadas durante a ICSI convencional. Ela é utilizada para uma avaliação e seleção morfológica detalhada, que possibilita a visualização precisa de características da cabeça (como vacúolos, que são fortes indícios de danos ao DNA), da peça intermediária e cauda. Consequentemente, obtêm-se melhores embriões, com maior potencial de gravidez.


PICSI
A técnica de PICSI está baseada na relação entre os receptores espermático e o ácido hialurônico. Essa ligação fisiologicamente ativa a liberação da hialuronidase, enzimas que estão localizadas na cabeça do espermatozoide e que degradam o ácido hialurônico, aumentando a permeabilidade da membrana celular dando inicio assim a ligação e posterior entrada do espermatozoide no oócito. Depois que o espermatozoide é selecionado na placa de PICSI, ele é injetado no oócito, seguindo a técnica de fertilização in vitro.

Classificação Oocitária


Spindle View
Equipamento acoplado ao micromanipulador que permite impedir os eventuais traumas nos fusos meióticos (Spindle), (estruturas do óvulo fundamentais para o desenvolvimento embrionário), durante a injeção do espermatozóide (view) e favorecer uma fertilização com maior precisão. Desta maneira, é possível obter embriões de melhor qualidade e uma maior taxa de gravidez.


Polar aide
Este equipamento utiliza um software de processamento e interpretação de imagem, que permite as seguintes avaliações: birrefringência da zona pelúcida e presença e posição do fuso meiótico.

A birrefringência de zona pelúcida permite uma avaliação estrutural da zona pelúcida, que é utilizada como marcador indireto de qualidade oocitária.

Já a avaliação do fuso meiótico permite a seleção dos oócitos com maior potencial de fertilização e desenvolvimento. Pode, também, auxiliar na determinação de uma subpopulação de óvulos que apresentam algum risco de vir a produzir embriões cromossomicamente anormais.

×

Olá!

Clique abaixo para conversar no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para contato@reproferty.com.br

× Inicie um chat por WhatsApp